Geleia, Molho e Chutney - o Tomate em Três Versões

Apesar do preconceito inicial na Europa, o tomate conquistou a todos e de lá se espalhou e se tornou a hortaliça mais consumida no mundo


De tão popular que é, o tomate tem um dia todinho pra chamar de seu. Sim: dia 1/2 é o Dia Internacional do Tomate, dá pra imaginar uma coisa dessa? Ele é nada mais, nada menos do que a hortaliça mais consumida no mundo. Em 2018, a produção estimada foi de 177 milhões de toneladas, mais do que a soma do total colhido de cebolas e pepinos, que ocupam, respectivamente, segundo e terceiro lugares no ranking do World Facts. Ele está na salada, no molho, na pizza de todo mundo no mundo todo.


Mas não pense que a vida dessa planta nativa da América do Sul rumo ao estrelato foi fácil, não. Quando os portugueses e espanhóis levaram o tomate para a Europa, ele foi rejeitado pois acreditava-se que era uma planta usada para bruxaria. Sim, porque sendo da mesma família de plantas com efeitos alucinógenos, tais como a beladona, o coitado do tomate ficou com reputação ruim.


Foi somente algum tempo depois que ele caiu nas graças dos europeus e virou ingrediente obrigatório de receitas famosas como o molho sugo, o bolonhesa... sem falar na pizza margherita. Nos EUA, o tomate entra na receita do ketchup... então dá pra imaginar o que aconteceria se essa planta deixasse de ser produzida por lá, onde 94% da população afirma estar habituada a consumir esse molho. Na Índia, ele chegou chegando e, quando os portugueses apresentaram esse novo ingrediente, ele tomou o lugar de acidificantes tradicionais por lá, como o romã e o tamarindo.


No Brasil, ele é amplamente cultivado nos quatro cantos do país: em 2019, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, foram mais de 54 mil hectares produzindo quase 4 milhões de toneladas. Goiás, São Paulo e Minas Gerais estão entre os principais produtores. Então, como não podia deixar de ser, o tomate faz parte do nosso dia-a-dia, entrando hoje em três produtos:





  • Geleia de Pimenta Malagueta com Tomate. Foi uma das primeiras geleias de pimenta que a gente lançou. Ela foi inspirada em molhos comumente usados no Brasil, principalmente na Bahia, e leva cebola e alho. É uma das nossas geleias mais picantes e é ideal para queijos mais curados, queijo coalho assado e carnes (churrasco, costela, charcutaria).

  • Molho Pronto Laal. Em Hindi, laal quer dizer Vermelho. Esse molho leva o tomate como ingrediente principal, além de cebola, alho, gengibre e umas tantas especiarias, tais como cominho, coentro em pó e pimenta. Pode ser usado para o preparo de pratos típicos da Índia, como o Butter Chicken. Pode, também, ser comido com pães rústicos e no preparo de bruschetta e pizza. Combina com queijos como muçarelas e parmesão. Misture com batata inglesa cozida e amassada para incrementar o purê, prepare ensopado de grão-de-bico ou lentilhas ou use como recheio de omeletes.

  • Chutney de Tomate com Castanha-de-caju Tamati. O estado de Andhra Pradesh, no sul da Índia, é o maior produtor nacional de tomates que, por lá, chamam-se tamati. Este chutney é mais uma prova do quanto os indianos são abertos a novos ingredientes, pois mistura dois ingredientes americanos: tomate e castanha-de-caju, empregando as técnicas milenares de produção de conservas.


 

As Hortaliças Mais Populares no Mundo (Fonte: World Atlas)

HORTALIÇA

PRODUÇÃO MUNDIAL (MILHÕES DE TON)

Tomate

177

Cebola

93

Pepino

71

Repolho, couve-flor, couve, brócolis

71

Beringela

51

Cenoura, nabo e rabanete

43

Pimentões e pimentas

34

Alface e chicória

27

Espinafre

27

Alho

27


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo